Fonte: OpenWeather

    Saúde de mulher


    Sangue menstrual pode revelar mais do que você imagina; saiba como

    As cores podem indicar se está tudo 'ok' com sua saúde íntima ou se você precisa ir ao médico

    Saiba o que cada cor significa
    Saiba o que cada cor significa | Foto: shutterstock

    O período menstrual da mulher segue envolvido com diversas dúvidas até mesmo para as mais veteranas no assunto. O que mais envolve dúvidas é quando a menstruação vem com cores diferentes. Saiba o que cada cor quer dizer.

    Vermelho vivo ou vermelho escuro

    É super normal e saudável pois, como o fluxo desce em maior quantidade e mais rápido, ele se mantém num tom bem próximo ao tom de quando é expelido do útero, principalmente nos dias de fluxo mais intenso.

    O sangue num tom mais rubro, também é comum nos dias de fluxo, como os dois primeiros dias da menstruação. Ele pode ter um aspecto mais grosso, viscoso e até elástico, o que é super normal da menstruação, não precisa ficar preocupada. 

    Marrom

    Parecido com um borrão de café, essa cor aparece no final da menstruação ou no início, para dar aquele toque de “estou chegando”. O sangue demora a descer e fica muito tempo exposto ao oxigênio e consequentemente, fica mais escuro que o normal. 

    Eles são bem comuns em quem toma anticoncepcional, mas se você tem muitos dias de escape, pode ser um indicativo de desequilíbrio hormonal ou até uma infecção sexualmente transmissível. Fique atenta e procure um ginecologista caso persista. 

    Sangue Preto 

    Na verdade, quando chega a esta cor é porque o marrom está bem escuro. Isso indica que a menstruação demorou mais para descer do útero até a vagina. Ele geralmente é mais antigo, só isso.

    Esses sangramentos podem ser normais, mas seguem de alguns motivos como uso de anticoncepcional, pílula do dia seguinte, proximidade da menopausa ou gravidez. Se não vem acompanhado de outros sintomas, geralmente não representa um problema.

    Rosa

    A secreção na vagina se junta com gotas de sangue e fica rosa. Muitas vezes, esse sangue pode vir não do útero, mas de algum corte dentro do canal vaginal, por exemplo. 

    Já algumas pessoas observam um escape rosa como indicativo do processo de início de uma gravidez – especificamente, quando o embrião “gruda” no útero. Porém, ter um sangramento quando isso ocorre nem é o mais comum.

    Aliás, muito além de gravidez, há vários motivos para se ter um pequeno sangramento rosado. Ou seja: ele, sozinho, não significa nada de ‘mais’.

    Aspecto alaranjado

    A mulher precisa ficar alerta. Isso decorre de algum indício de infecção. Geralmente segue com cheiro ruim, febre, dor pélvica e se houver esses sintomas a mulher deve procurar o médico imediatamente. 

    Cinza

    Menos comum, mas que serve de alerta. Nesse caso, se for acompanhado de outros sintomas como febre, cheiro ruim e dor pélvica, a mulher também deve procurar ajuda médica. 

    “Pedaços de sangue”

    A mulher pode observar que ficam no absorvente ou no vaso sanitário ao urinar, alguns pedaços de carne que parece de aspecto esponjoso. Os médicos explicam que são partes do endométrio se descolando do útero.

    Pequenos pedaços não aparentam risco, mas se forem grandes é bom consultar o ginecologista.

    Leia mais:

    Nutricionistas dá dicas de chás para aliviar dores menstruais

    Período fértil: saiba como é e como calcular

    Comentários