Fonte: OpenWeather

    Sexo


    70% dos casados que traem pretendem continuar após pandemia

    Site focado em relações extraconjugais aponta aumento de inscrições durante a quarentena, com 35 mil novos membros por semana

    Com a hiper convivência e a falta de diálogo, muitos casais não souberam lidar com a rotina do relacionamento | Foto: Divulgação

    Quem acredita que a pandemia foi impeditivo ou dificultador para “pular a cerca” se engana. De acordo com o site Ashley Madison, focado em encontros extraconjugais, o Brasil atingiu uma taxa de 35 mil novos membros por semana no período da quarentena.

    Além disso, a plataforma fez um levantamento com seus usuários e descobriu que mais de 70% dos casados que têm um affair pretendem continuar tendo após a pandemia.

    Com a hiper convivência e a falta de diálogo, muitos casais não souberam lidar com a rotina do relacionamento. Muitos chegaram a se divorciar, enquanto outros optaram por lançar mão de casos online.

    Ainda que a maior parte dos relacionamentos extraconjugais tenham acontecido por meio digital, os encontros físicos entre usuários também aconteceram. De acordo com a pesquisa, 41% deles afirmaram uso de álcool gel constantemente; 36% preferiram evitar multidões; 11% foram seletivos com áreas externas e 9% dos membros só se encontraram se o outro garantisse que havia testado negativo para Covid-19.

    Comentários